,

domingo, 12 de janeiro de 2014

Como fazer fotos em uma balada

A capacidade da câmera é o que limita a capacidade de tirar fotos em situações mais escuras, tudo que você vai precisar é de uma boa câmera.

Normalmente boates possuem pouquíssima luz o que obriga ao fotógrafo a utilização de flash e/ou de lentes claras com ISO adequado. Fotografar uma bela foto em balada não é um bicho de 7 cabeças, mas você vai precisar conhecimento, então, estude bastante seu equipamento, conheça os limites dele, pois ajudará muito ao fazer suas fotos.

Em boates dependendo do tipo de foto que você pretenda fazer, pela pouca quantidade de luz, utilize o flash. Se quiser capturar a luz ambiente, você precisará de lentes claras e abusar no ISO alto. Em alguns casos você também pode rebater o flash para o alto, flash rebatido cria uma luz mais agradável.


O que fotografar? 
Poderíamos dizer que na maioria dos casos, em uma boate a ideia é capturar as pessoas dançando, se divertindo, mas sempre mantendo a atmosfera (iluminação) e dinamismo (movimento) do lugar.

Sem dúvida, em algum momento da noite, vamos ter um momento para fotografar outros detalhes, como: cartazes, decoração, luzes, uma bebida no bar, a ação de qualquer um dos barman.

Equipamento
Ao contrario de que muita gente pensa, para fotos em uma balada não precisa de muitos acessórios e nem equipamentos caros. Eu diria que você vai precisar de uma:

Lente grande angular: Pois uma balada é geralmente repleto de pessoas, que não terão muito espaço. Com uma 17-50, 18-55 ou similar, será perfeito. Em termos de brilho, um padrão com f3.5-5.6 será suficiente.

Flash Externo: O ideal é que você use um flash externo que, além de mais alcance, é mais forte e pode ser regulado. Se você vai comprar um, o ideal é ter pelo menos zoom manual.

Bateria extra: Embora também não seja extremamente necessário, é sempre bom levar uma segurança extra.

Opcional: Adaptador de ângulo ou olho de peixe super grande, Fisheye Lens, snoot para o flash (se nenhum zoom), piscar disparador remoto para o segundo flash.

Dicas
Foco: A focagem fica mais fácil no manual, para criar esse efeito. Use e abuse das diferentes focagens nas fotos. Foque o primeiro elemento, ou um detalhe, você que manda. As fotos ficam bem mais divertidas e alternativas, além de dar destaques diferentes.

Obturador: trabalhar com muito baixas velocidades entre 1/10s e 1/2s. A nossa câmara capta a luz e uma balada são quase escuro, por isso durante o tempo em que o obturador é aberto, não pode capturar o movimento de pessoas. Basta ir a captura de luzes de fundo (iluminação ambiente) e somente quando o flash dispara, o povo será refletido em nosso sensor. Como o do flash dura apenas alguns milésimos de segundo, a pessoa está congelado, e capturaram ambiente de iluminação!

Diafragma: Usaremos relativamente aberta. Com f3.5 - f5 que será mais do que bem. Estas aberturas permitem que o sensor para capturar melhor a luz ambiente e alcançar o borrão necessário no plano de fundo

ISO: Entre 400 e 800.

Flash: Use da maneira que você se sentir mais confortável.

Efeitos
Light Painting: Do português: pintar com a luz ou pintura de luz. E um querido, mas deve ser usado com moderação. A ideia é que ele preencha o fundo da foto, e não se intrometa no meio da cara da galera a ser fotografada. Brevemente ensinarei detalhadamente como fazer esse efeito mas na pratica, coloque a câmera no timer e espere o disparo dela, juntamente com o do flash (eles estão em sincronia, logo irá ocorrer tudo bem). O Flash serve para congelar o objeto, após efetuado o disparo pegue o LED e comece a brincar… escreve, faça rabiscos, crie, invente.


Dupla Exposição: Essa função existe apenas em algumas câmeras. Esse efeito consiste em lançar o flash no objeto duas ou mais vezes (múltipla exposição) e mover a câmera no meio tempo. Assim, a mesma pessoa aparece várias vezes na mesma foto, com expressões diferentes, gestos, etc. Mas você também pode deixar para fazer isso no photoshop.


Fish Eye: Primeiramente, esse efeito deve ser usado com moderação, pois muitos fotografos esquecem disso. O efeito olho de peixe nas fotos requer uma lente especial. Ela funciona como o olho mágico da sua porta, distorce a imagem. É ideal para cobrir uma grande área ou fotografar detalhes. Na balada, fica interessante para fotografar um grupo grande de amigos ou um objeto só.


2 comentários:

  1. Obrigada por compartilhar seu conhecimento, muito bacana. Maravilhosas suas fotos!

    ResponderExcluir
  2. Seguindo essas suas informações consigo fotografar na balada sem perder os efeitos das luzes?
    Obturador: trabalhar com muito baixas velocidades entre 1/10s e 1/2s. A nossa câmara capta a luz e uma balada são quase escuro, por isso durante o tempo em que o obturador é aberto, não pode capturar o movimento de pessoas. Basta ir a captura de luzes de fundo (iluminação ambiente) e somente quando o flash dispara, o povo será refletido em nosso sensor. Como o do flash dura apenas alguns milésimos de segundo, a pessoa está congelado, e capturaram ambiente de iluminação!

    ResponderExcluir